Batalhão de Policiamento Turístico prepara esquema especial para o verão

O Batalhão Especializado de Policiamento Turístico (Beptur) da Polícia Militar deu início à operação de reforço do policiamento nos corredores turísticos de Salvador e Região Metropolitana.

Entre as ações está a intensificação da atuação da Patrulha Bilíngue – equipe do Beptur que, além de fazer o policiamento ostensivo voltado para os visitantes, também é preparada para atender turistas estrangeiros.

 

No total, 90 profissionais da unidade são fluentes em uma segunda língua e o restante do efetivo está em fase de capacitação em idiomas diferentes para reforçar o serviço oferecido no balcão de atendimento no eroporto e nos principais corredores turísticos de Salvador, como Farol da Barra, Pelourinho, Bonfim, Ribeira e Praia do Flamengo.

 

“As pessoas já chegam no aeroporto sabendo que existe esse canal de conversação. No local, nós damos direcionamento e assistência no que for necessário. Para facilitar esse serviço temos uma característica que eu considero fundamental para o efetivo de polícia turística, a busca pela adequação a aquele que chega, para entender e assim recepcionar bem o visitante”, revelou o comandante da unidade, coronel Antônio Carlos Silva Magalhães.

O efetivo conta com policiais fluentes em francês, italiano, alemão e basco, além das línguas inglesa e espanhola. Fluente em inglês britânico, o soldado José Ramos explica que a segunda língua falada pelo policial do Beptur é identificada através do braçal. “Nosso braçal é azul e o militar bilingue tem o idioma em que é fluente representado pela bandeira de onde a língua é predominante”.

 

A inclusão da Língua Brasileira de Sinais (libras) na lista de idiomas, iniciativa em fase de implantação na unidade, será uma novidade nos verões dos próximos anos. O objetivo é acolher e incluir todos os públicos.

 

A expectativa da Secretaria de Turismo do Estado é que até o mês de abril de 2021 ocorram 79 atracações nos portos da capital baiana e Ilhéus, que devem trazer para a Bahia mais de 350 mil passageiros, muito deles estrangeiros. O comandante da Beptur acredita que esse é um público potencial para circulação nos corredores turísticos e garante que as equipes da unidade especializada estão prontas para atendê-los, caso haja necessidade.

Fonte: bahianoticias

Você pode gostar...